Bem Vindos ao SINAPOL

É com enorme satisfação que recebemos a sua visita nesta página oficial de internet do Sindicato Nacional da Polícia, esperamos que tal visita lhe seja de utilidade.

 

Tem dúvidas, quer esclarecimentos ou precisa de ajuda, ligue-nos 217551000

Área Jurídica

A garantia de uma boa defesa apenas pode ser dada quando estão profissionalmente asseguradas as condições para isso.

 

Por isso o SINAPOL não olhou a meios e despesas quando contratou dois dos melhores Escritórios de Advogados dos país

 

Para o SINAPOL, está sempre em primeiro lugar aos direitos dos polícias, para que isso aconteça tem de existir um bom Departamento Jurídico, onde tanto o sindicato como os seus sócios possam receber todo o aconselhamento e protecção jurídica sem demagogias ou falsas promessas.

 

Condições para ser disponibilizado serviço de patrocínio jurídico (Advogado), gratuito:

 

1- Sendo já sócio do SINAPOL, aceitar uma fidelização de sócio por 36 meses a contar da data do pedido.;

 

2 - Não sendo já sócio do SINAPOL, inscrever-se como sócio do SINAPOL, pagar uma jóia equivalente a 6 meses de quotizações e aceitar uma fidelização de sócio por 36 meses a contar da data do pedido;

 

3 - Solicitar por escrito todos os pedidos de serviços de patrocínio jurídico ao SINAPOL , uma vez que os respectivos escritórios só aceita prestar serviço com autorização do sindicato;

 

4 - O assunto sobre o qual o pedido é efectuado deve decorrer sempre da actividade profissional ou sindical;

 

5 - O SINAPOL por regra não presta patrocínio jurídico na figura de assistente ou autor , salvo situações muito excepcionais;

 

6 - As custas judiciais ficarão a cargo do SINAPOL até ao limite de 1UC, devendo o associado suportar os restantes encargos;

 

7 - O SINAPOL não suporta o pagamento de cópias, certidões dos processos ou outras despesas administrativas.

 

Assim ficam os demais interessados informados que o incumprimento dos pontos anteriores seram considerado pelos respectivos escritórios como actividade comercial comum não sujeita a protocolo e consequentemente cobradas as respectivas custas, sobre as quais o SINAPOL não se responsabiliza.

 

 

l.

© Copyright 2013. MPCAFDESIGNS

html templates websitetemplates.net